Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]



Global Pulse, iniciativa de inovação das Nações Unidas acerca de  big data e dados científicos, e a Western Digital Corporation(NASDAQ: WDC) anunciaram as soluções vencedoras do desafio Data for Climate Action (D4CA), durante o evento COP23, conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas. O desafio, lançado no início de 2017, é uma competição de inovação aberta sem precedentes para aproveitar dados científicos e big data para acelerar soluções climáticas. O desafio foi organizado pela UN Global Pulse com apoio da Skoll Global Threats Fund e da Western Digital.

"O crescimento do volume, velocidade, variedade e valor dos dados permitem possibilidades ilimitadas", disse Dave Tang, vice-presidente sênior de marketing corporativo e comunicações da Western Digital. "Este desafio é apenas um exemplo de como podemos capturar, preservar, acessar e transformar todos os tipos de dados para desenvolver soluções para ajudar nossas comunidades e nosso planeta a prosperar".

O desafio D4CA demonstra o que é possível quando organizações do setor público e privado se unem para o bem social. O acesso à grandes quantidades de dados - anônimos e agregados para proteger a privacidade - acelera a capacidade de gerar conexões, obter informações e desenvolver algoritmos preditivos que fornecem soluções mais precisas.

De acordo com Robert Kirkpatrick, diretor da UN Global Pulse, “As inovações inspiradoras que resultaram deste desafio são a prova do que podemos alcançar em soluções climáticas quando especialistas em clima, dados científicos e empresas trabalham em conjunto. ”

A UN Global Pulse e a Western Digital anunciaram recentemente os vencedores do D4CA no evento Data Innovation: Generating Climate Solutions durante a COP23, conferência da ONU sobre mudanças climáticas em Bonn, na Alemanha. O evento de inovação celebrou os projetos vencedores e reuniu líderes empresariais, cientistas de dados e especialistas em clima para conversas interativas, discussões e demonstrações de visualizações e inovações de dados.

“O sucesso deste desafio é um testemunho dos incansáveis esforços e compromisso das empresas com as quais trabalhamos, e, indo além, dos campeões em cada um deles. Se os setores público e privado podem trabalhar para replicar esses esforços em larga escala, existe um enorme potencial para inovação em todos os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, acrescentou Kirkpatrick.

Mais de 450 equipes de cientistas especializados em dados e pesquisadores de 67 países se candidataram para participar do desafio. Desses, 97 semifinalistas trabalharam para desenvolver projetos de inovação usando conjuntos de dados e ferramentas de 11 empresas diferentes.


Sobre as equipes vencedoras

Grande Prêmio - Eletro-mobilidade: Limpando o ar da Cidade do México com grandes dados e política climática
Uma equipe de pesquisadores da Universidade da Califórnia, Berkeley e do Instituto Nacional de Ecologia y Cambio Climático, recebeu o grande prêmio do desafio por sua pesquisa sobre os padrões de tráfego da Cidade do México. A equipe analisou os dados do Waze para avaliar diferentes políticas de eletrificação do transporte, a fim de reduzir a poluição do ar e as emissões de gases de efeito estufa.

Vencedores dos prêmios temáticos
·         Previsão e Alívio de Inundações em Estradas para Mitigação Climática
Usando dados da operadora móvel Orange, uma equipe do Georgia Institute of Technology desenvolveu uma metodologia para construir a resiliência das redes rodoviárias no Senegal às inundações, o que também ajuda a priorizar as melhorias rodoviárias, mediante um orçamento determinado.
·         EMMA: monitoramento do ecossistema para aplicação de gerenciamento
Uma equipe da Universidade da Cidade do Cabo e da Universidade de Buffalo desenvolveram uma plataforma usando dados de satélites da Planet para prever e monitorar, em tempo real, o impacto dos incêndios florestais na Região Florista do Cabo da África do Sul.
·         Micro-migrações induzidas pela poluição do ar: impactos nas despesas do consumidor
Uma equipe da Universidade de Yale avaliou as mudanças nos padrões de gastos relacionados às mudanças na qualidade do ar na Espanha, usando dados de transações financeiras do BBVA Data and Analytics e dados meteorológicos da Earth Networks.

Premiações de Visualização de dados
·         Uma metodologia para a otimização da época de semeadura de trigo no inverno
Usando dados meteorológicos, uma equipe com sede na Turquia desenvolveu uma metodologia para determinar a melhor época de semeadura de trigo no inverno no contexto da adaptação climática, que foi então visualizada usando ferramentas do Tableau.
• Fisiologia urbana: um modelo espacial-temporal dinâmico das emissões de carbono urbanas para impulsionar a ação climática nas cidades
Combinando dados da Crimson Hexagon, Plume Labs e várias outras fontes, uma equipe da Universidade de Nova York criou um painel de controle que incorpora um modelo de alta resolução de hora em hora das emissões de carbono urbanas para ajudar a apoiar a tomada de decisões pelos formuladores de políticas urbanas.

Para saber mais sobre o desafio visite: Dataforclimateaction.org
Assista à repetição do evento em DataMakesPossible.com/Bonn

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentario

Bottom Ad [Post Page]