Full width home advertisement

Post Page Advertisement [Top]


A Nokia anunciou hoje a transferência da sede de suas operações para a América Latina de Miami para São Paulo.
A iniciativa faz parte de uma reestruturação global da companhia que envolve mudanças em seu portfólio de produtos e a realocação de unidades.

Miami passa a gerenciar apenas os negócios da Venezuela, Caribe e América Central.
De acordo com Olivier Puech, presidente da empresa para a região, a mudança se deve ao bom momento do Brasil em termos políticos e econômicos. Segundo ele, o país é um mercado de crescimento elevado e dos mais importantes para a companhia filandesa.
“O Brasil é um país em crescimento e visto com bons olhos por investidores no mundo todo. Gostaríamos de estar mais próximos dos clientes. Sendo o maior mercado da região, coordenar nossos negócios da América Latina a partir do Brasil foi uma tendência natural”,  justifica.
Segundo ele, a decisão da transferência das operações foi tomada bem antes da empresa fechar a parceria com a Microsoft para a adoção do Windows Phone como plataforma móvel para os seus smartphones.
Para Almir Luiz Narcizo, que segue como presidente da Nokia do Brasil, sediar o escritório principal regional em São Paulo fortalece nossa operação. "O mercado brasileiro está bastante aquecido. Atingimos recentemente a marca de mais de um celular por habitante. Isso mostra que o poder aquisitivo do consumidor brasileiro vem aumentando”, analisa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentario

Bottom Ad [Post Page]